quarta-feira, 30 de setembro de 2009

Desabafo



Certa vez perguntaram-me sobre meus amores,e eu respondi:
-O verdadeiro amor,aquele que só quer ver o ser amado verdadeiramente feliz...é um sentimento nobre,sublime demais...não sei se algum dia chegarei a este ponto.
Ainda estou no nível das paixões faiscantes,do amor mundano,a ponto de sorrir simplesmente pelo fato de lembrar que 'ele' existe,e parece não existir mais ninguém como ele,nenhum cavalheiro tão brilhante,nenhuma lembrança tão prazerosa de quando estou junto a mais ninguém.
Talvez este seja o meu sentir mais ilusório,pensando que algo supostamente tão bom,não possa acabar de modo algum.Angústias e devaneios de um ser terreno...sem saber onde posso,vou ou quero chegar,agindo somente por algum impulso desconhecido,assim estou eu.

2 comentários:

  1. Este comentário foi removido pelo autor.

    ResponderExcluir
  2. Sábia mulher, voando entre palavras e sentimentos... buscando entender o que já conhece.

    ResponderExcluir